Perguntas Frequentes

1.  Quem pode participar do Prêmio Construir Mais?

Pode participar do Prêmio Construir Mais as empresas da indústria da construção que sejam representadas pelo Sinduscon-GO.

2. Quantos projetos e/ou trabalhos cada empresa pode inscrever no prêmio?

Uma mesma empresa poderá inscrever apenas uma boa prática de cada categoria, em no máximo, duas categorias.

3. Quanto custa a inscrição no Prêmio?

As inscrições no prêmio são gratuitas e realizadas exclusivamente pelo site oficial (www.construirmais.com/premio).

4.  Quando encerram as inscrições?

As inscrições poderão ser feitas no site, no período de 01/09/2017 a 11/10/2017.

5.  Empresas com sede/matriz fora de Goiás poderão participar do Prêmio Construir Mais?

Sim. Podem participar seguindo as normas regulamentares.

6. A empresa que perder o prazo de inscrição, poderá efetivá-la junto ao Sinduscon-GO posteriormente?

Não. As inscrições serão feitas exclusivamente no site no período de 01/09/2017 a 11/10/2017, sem prorrogação.

7.  Práticas realizadas pela empresa nos meses de agosto e/ou setembro de 2017 poderão concorrer ao prêmio?

Não. Só poderão ser inscritos projetos e/ou trabalhos realizados no período de 01 de janeiro de 2015 a 31 de julho de 2017.

8.  Como fico sabendo se minha inscrição foi homologada?

A efetivação da inscrição se dará por meio de envio de e-mail da Comissão Organizadora do Prêmio Construir Mais, confirmando o recebimento de todos os documentos citados no regulamento.

9.  Minha empresa pode ser desclassificada?

Sim. A falta de qualquer documentação exigida no regulamento (ou solicitado pela Comissão Organizadora) implicará no cancelamento automático da inscrição da empresa e sua desclassificação, sem qualquer aviso prévio.

10.  Qual o tamanho e formato do projeto a ser inscrito?

O projeto e/ou trabalho deverá ser apresentado em até 20 páginas, na fonte Arial, tamanho 12, em formato PDF, contendo as informações solicitadas no regulamento, incluindo capa e anexos. A empresa poderá enviar também um vídeo de no máximo 2 minutos.

O tamanho do arquivo, a ser postado diretamente no site, não poderá ser superior a 10 (dez) MB. Em caso de vídeo, deverá ser enviado o link para acesso.

11.  Como será o processo de avaliação?

Os trabalhos serão examinados pela Comissão Avaliadora, considerando o material enviado.

A avaliação será realizada por meio da análise documental e levará em consideração os critérios estabelecidos no regulamento. Em caso de empate de trabalhos avaliados dentro de uma mesma categoria, caberá à Comissão Avaliadora votar pelo desempate.

12.  Quem compõe a Comissão Avaliadora do Prêmio Construir Mais?

A Comissão avaliadora do Prêmio Construir Mais será composta por profissionais de reconhecido conhecimento técnico e que possuam notório saber nas áreas contempladas neste certame.

13.  Quem compõe a Comissão Técnica do Prêmio Construir Mais?

Integram a Comissão Técnica do Prêmio Construir Mais, os profissionais que coordenam os departamentos técnicos do Sinduscon-GO, todos especialistas nas áreas contempladas neste certame.

14.  Qual a premiação para o vencedor do Prêmio Construir Mais?

Para as Empresas - As empresas vencedoras receberão o Troféu Construir Mais em sua respectiva categoria, assim como o Certificado de Participação. Serão ainda beneficiadas com ampla divulgação de sua Boa Prática por meio dos canais de comunicação do Sinduscon-GO. O profissional que coordena cada uma das Boas Práticas vencedoras do Prêmio Construir Mais será agraciado com uma inscrição, uma passagem e hospedagem para o 90º ENIC − Encontro Nacional da Indústria da Construção, que será realizado em Florianópolis-SC, no período de 16 a 18 de maio de 2018. Ressalta-se que não serão contemplados os custos de adesão de mais participantes e/ou acompanhantes no referido evento.

15. Que tipo de licença ambiental deve ser apresentada para atendimento dos pré-requisitos do regulamento de Meio Ambiente?

A licença ambiental apresentada, devidamente emitida pelo órgão competente, deve ser referente ao empreendimento onde a boa prática é aplicada ou a empresa responsável pela inscrição/apresentação da boa prática. Quando tratar-se do empreendimento pode ser apresentada a licença prévia ou a licença de instalação. Quando referente a empresa deve ser apresentada a licença de operação/funcionamento. A dispensa da licença ambiental, devidamente emitida pelo órgão competente, também pode ser apresentada para a empresa ou para o empreendimento onde a boa prática é aplicada.

Assine nossa newsletter


SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

premio banner face
premio banner insta
 


Free Joomla! template by L.THEME