The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

O caminho para uma integração metropolitana

O caminho para uma integração metropolitana
Pin It

O crescimento desordenado da sociedade brasileira nas últimas décadas, mais especificamente de Goiânia, gerou uma série de conflitos sociais e uma demanda crescente por serviços públicos. Tal fenômeno resultou em impactos ainda mais fortes em cidades vizinhas que compõem a região metropolitana da capital, como Aparecida de Goiânia, que chegou em décadas passadas a experimentar um crescimento de suas taxas populacionais da ordem 20% ao ano, resultando como natural consequência, em desordem na ocupação das cidades.

Desta feita cada dia mais convém referenciar a Gestão Pública enquanto ferramenta importante na implementação de políticas tão necessárias ao desenvolvimento das cidades e seus cidadãos, sob uma visão integrada. É clara a percepção de que a ausência destas mesmas políticas em outros municípios possui impacto direto em toda uma região. Uma integração verdadeira de toda uma localidade deve se iniciar primeiramente de forma interna, em cada cidade, para de maneira gradual e constante se transferir para um contexto metropolitano, entendendo esta, como medida essencial e não impositiva.

Neste sentido, Goiânia enquanto cidade-polo da Região Metropolitana vem trabalhando com enfoque nas melhorias dos seus processos e planejamentos internos, aprimorando seu sistema de informações e planejando o município com base em dados técnicos de forma ampla e democrática. Esse trabalho tem como objetivo garantir uma gestão eficiente, capaz de criar oportunidades de progresso para a cidade e o seu cidadão. Assim, a realidade metropolitana é tida como um processo natural para a nossa capital, que deve liderar esse processo de forma transparente e republicana, demonstrando com exemplos a possibilidade de desenvolver políticas públicas eficazes, beneficiando toda a região.

Participando de todas as discussões e debates referentes à Região Metropolitana e, principalmente, da confecção de um Plano Integrado de Desenvolvimento coordenado pelo Governo de Goiás, é consenso que o cenário desejável para a região metropolitana passa pela perspectiva de resolução dos seus problemas sociais, urbanos e administrativos, abarcando toda a sua população, pensando a cidade em todas as suas dimensões, buscando soluções sustentáveis e eficientes ao longo do tempo.

Convém ressaltar que qualquer estudo, discussão ou projeto para a Região Metropolitana de Goiânia deve vir mediante a conscientização de que tal caminho é o melhor não apenas para uma cidade, mas para uma região, cujas ações individuais resultam em impacto coletivo. Sem a preservação da autonomia constitucional em legislar e atuar em questões de interesse local de cada ente municipal, qualquer tentativa de construir um sistema metropolitano será natimorta, fadada ao inevitável fracasso e questionamentos de toda monta.

Somente será possível o caminho da integração mediante diretrizes claras, convergentes com interesses locais e metropolitanos, norteando a condução dos trabalhos a fim de garantir a elaboração de uma agenda de interesses comuns, com foco no cidadão de cada comunidade, de cada município.

AGENOR MARIANO,
secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação

Pin It

Cadastre seu e-mail

Saiba das novidades em primeira mão.
Cadastre-se em nosso portal.