PARCERIA PELO CRESCIMENTO

Pin It

Goiás passou por profundas transformações sociais e econômicas nos últimos 20 anos, as mais profundas da nossa história. Nesse período, a produção de bens e serviços multiplicou por dez, o saldo da balança comercial cresceu 20 vezes, foram gerados um milhão de empregos, a renda se expandiu e a distância entre ricos e pobres teve a maior redução proporcional do País.

Os números e os resultados das duas últimas décadas mostram que Goiás trilhou dois caminhos essenciais para o pleno desenvolvimento humano: criou oportunidades e reduziu desigualdades. Trilhamos essas duas estradas, que levam uma ao encontro da outra e promovem a dignidade e a cidadania. Esse avanço só foi possível porque Governo, setor produtivo e trabalhadores caminharam juntos, em plena parceria.

Essa parceria pelo crescimento se expressa no Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás, que chegará aos R$ 200 bilhões ao final do ano que vem, consolidando o Estado como uma das maiores economias do Brasil. Há 60 anos, éramos a penúltima unidade da federação em produção de bens e serviços. Atualmente, ocupamos a nona posição. Essa expansão é consequência do crescimento e da modernização de todos os setores econômicos, entre eles a indústria.

Também nas duas últimas décadas Goiás deixou o posto de produtor de matérias-primas para se transformar em uma economia industrial, impulsionado pelo próprio agronegócio, que se reinventou e modernizou, e pela firme decisão do Governo do Estado de percorrer o mundo em busca de novos investimentos. Em outras palavras, nós rompemos nossas amarras, “saímos da casinha”, e mostramos a nossa cara.

A indústria da construção foi estratégica para esse ciclo virtuoso de crescimento. Da moradia popular aos modernos parques industriais, a expansão de nossas cidades, horizontal e verticalmente, e de nossos distritos industriais são a expressão mais visível dessa pujança econômica. Esses investimentos são resultado dessa parceria, dos incentivos e benefícios ofertados pelo Governo de Goiás, da segurança jurídica e do compromisso da administração com o investimento.

Os últimos números do emprego mostram que a construção foi o setor que mais gerou postos de trabalho com carteira assinada no trimestre julho/setembro. A criação dos postos de trabalho é resultado do reaquecimento do mercado da construção e dos investimentos do Governo de Goiás nas obras de infraestrutura social e econômica estabelecidas no Programa Goiás na Frente.

O mercado da construção é imprescindível para a geração de empregos em Goiás e no Brasil. Em Goiás, o papel exercido pelo Sinduscon é estratégico para o crescimento do setor. A entidade contribui decisivamente para a inovação tecnológica e a pesquisa, a segurança e a saúde dos trabalhadores, além de garantir – o que merece destaque – a qualidade dos bens, produtos e serviços ofertados à população.

artigo marconi 12 2017

Pin It

Cadastre seu e-mail

Saiba das novidades em primeira mão.
Cadastre-se em nosso portal.