Comissão de Segurança do Trabalho do Sinduscon-GO oferece apoio às empresas

Pin It

É sabido que a indústria da construção é um dos setores que mais geram empregos, renda e movimento no mercado de trabalho. Com o incremento de novas obras, os cuidados com a prevenção de acidentes de trabalho devem ser redobrados. Os estudos e leis trabalhistas vêm sofrendo um constante processo de evolução. As normas referentes à saúde e segurança do trabalho estão cada vez mais rigorosas e a fiscalização do Ministério do Trabalho também.

Para uma política de segurança bem implantada, deve haver um contínuo planejamento e desenvolvimento de ações e cumprimento de medidas preventivas, bem como a necessidade de se implantar uma política de conscientização de empresários e trabalhadores, de modo que estes passem a compreender, obedecer e cooperar com as normas de segurança vigentes.

Os sistemas gerenciais nos canteiros de obras são ferramentas fundamentais para diminuir os riscos de acidentes, sendo que a organização do ambiente, distribuição de materiais, ferramentas e utensílios de obras, pode contribuir significativamente e oferecer bons resultados no campo organizacional que diretamente atingem o setor da segurança do trabalho. Acidentes podem ser evitados se as empresas desenvolverem e implementarem programas específicos, bem como oferecer maior atenção ao treinamento de seus colaboradores.

Diante dessa realidade, o Sinduscon-GO percebeu a importância de possuir no Sindicato uma área especializada para tratar desse tema. Assim, criou a Comissão de Segurança do Trabalho, que tem como diretora a engenheira civil e de segurança do trabalho, Selma Regina de Miranda.

A Comissão entende que as consequências previdenciárias e trabalhistas suportadas pelo empregador, em decorrência dos acidentes, são alarmantes. A garantia no emprego e o dever de indenizar por danos morais e materiais, quando ocorre um acidente grave ou fatal em uma empresa, são obrigações que podem recair sobre o empregador em face do empregado acidentado, além do sofrimento causado ao trabalhador e sua família.

A Comissão tem por finalidade prestar suporte técnico às empresas associadas, promover palestras técnicas, cursos de capacitação e workshops, acompanhar as mudanças e participar de discussões sobre alterações nas normas que impactam no setor, em especial a NR-18, levantando as demandas, propondo soluções alternativas que atendam às exigências das normas, por meio de grupo de trabalho formado por engenheiros de segurança que atuam na indústria da construção.

A coordenação do Comitê Permanente Regional (CPR-GO), em atendimento a Norma Regulamentadora 18, está sob a responsabilidade da engenheira Luciana Abdallah, do Sinduscon-GO, que tem participado ativamente das reuniões do Comitê Permanente Nacional (CPN), levando as propostas que sejam exequíveis e que atendam a realidade do setor em nosso Estado.

Outro ponto muito importante em que a Comissão atua é na divulgação dessas mudanças, pois muitas vezes não chegam ao conhecimento do empresário, e a falta de observância no cumprimento delas podem provocar autuações, interdições e até embargos em obras.

Neste cenário, a associação das empresas ao Sinduscon-GO é muito importante, pois fortalece a troca de informações e conhecimento técnico, além da divulgação de boas práticas que ocorrem nos canteiros de obras, comprovando que as empresas têm cada vez mais investido no seu maior patrimônio que é a saúde, a segurança e a qualidade de vida de seus colaboradores.

Pin It

Cadastre seu e-mail

Saiba das novidades em primeira mão.
Cadastre-se em nosso portal.